Funaro diz que Temer recebeu propina de R$ 20 milhões de dono da Gol

O presidente Michel Temer é acusado de receber propina de R$ 20 milhões de um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino. 

De acordo com a delação do operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro, o valor foi dado em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro. 

A reportagem do jornal O Globo revela que a suposta propina teria sido paga em horas de voo na campanha eleitoral de 2014. 

A Câmara dos Deputados aprovou no no passado, com apoio do governo Temer, uma medida provisória que permitia 100% do controle acionário de empresas aéreas brasileiras pelo capital externo. 

A acusação de Funaro faz parte de um dos depoimentos de sua delação premiada, homologada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). 

Segundo explica a publicação, o fato é relacionado ao exercício do mandato de presidente, e, portanto o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá incluir as informações na denúncia que está preparando contra Temer. 
NM