A dupla que escapou de Sergio Moro

Uma das maiores frustrações do juiz Sergio Moro é o caso da família Rozemblum, dona das motos e biciletas Sundown. 

Em 2006, Moro condenou os empresários Rolando e Isidoro Rozemblum, pai e filho, por corrupção ativa. A dupla havia comprado dois auditores fiscais que recebiam propina para legalizar a entrada de peças no país. 

Ambos foram presos e estavam no Complexo Médico Penal em Curitiba, mas conseguiram transferência para um hospital da cidade, o Santa Cruz, por complicações causadas em cirurgias bariátricas. 

Durante a temporada no hospital, de forma misteriosa, conseguiram fugir e se mandaram para o Uruguai, país do qual possuíam cidadania. 

Com cerca de 300 milhões de reais escondidos naquele país, os Rozemblum voltaram a empreender. Hoje, Rolando é dono de uma das principais escolas privadas do país, a International College. 

Localizada em Punta Del Leste, a instituição bilingue, é voltada para a elite e tem até segurança realizada pelo exército uruguaio. No caso dos Rozemblum, o crime compensou. 
ROL