‘FARRA DAS PASSAGENS’ NUNCA CESSOU NA CÂMARA

Após 8 anos, o Ministério Público Federal denunciou 72 ex-deputados que gastaram, em média, R$116 mil em passagens aéreas, totalizando custos de mais de R$8 milhões. 

Os valores até são interessantes, mas irrisórios se comparados aos gastos anuais de mais de R$ 47,5 milhões dos deputados federais com passagens. 

Se incluir as diárias, que são associadas às passagens, somente em 2017 foram R$ 107,1 milhões. 
DP